X
Mande sua história
Receba nossas novidades
Fale Conosco

Cadastre-se e receba nossas postagens em seu email

Tem dúvidas, sugestões de pautas, ou quer falar conosco? Preencha o formulário que teremos enorme prazer em responde-la!

Pilkington para elas

Você está transportando seu filho com segurança? Veja dicas sobre o uso correto da cadeirinha

Você está transportando seu filho com segurança? Veja dicas sobre o uso correto da cadeirinha

Ser mãe é, acima de tudo, cuidar de todos os detalhes para que nossos filhos cresçam com segurança e possam realizar seus sonhos no futuro. Transportá-los de forma correta é parte desse esforço que precisamos adotar.

Segundo dados do Ministério da Saúde, os acidentes de trânsito são a principal causa de morte de crianças entre 1 e 14 anos no Brasil. O órgão revela ainda que 40% das mortes desta faixa etária estão relacionadas a acidentes de trânsito e que, para cada morte, outras quatro crianças ficam com sequelas permanentes.

Por isso, o assunto é serio e merece todo o cuidado. Você já perguntou se está transportando seu filho com segurança? Não adianta só comprar a cadeirinha. É preciso também prestar atenção a alguns detalhes essenciais para que ela funcione direitinho e realmente o proteja de acidentes.

Os cuidados começam logo na saída da maternidade: até completar um ano, a criança deve ser colocada no bebê conforto durante o transporte de carro, mesmo em um trajeto pequeno, como ir à padaria. O bebê conforto deve ser colocado no banco de trás, voltado para o vidro traseiro e de costas. O equipamento deve ficar levemente inclinado, formando um ângulo de 45º aproximadamente, deixando a cabeça, pescoço e coluna do bebê alinhados.

Já após um ano de vida, seu pimpolho deve ser colocado em uma cadeirinha. Ela deve ser instalada no banco de trás, voltada para frente. O cinto da cadeirinha deve passar pelos ombros e quadril da criança e não deve ficar sobre partes mais frágeis, como barriga e pescoço.

Se seu filho está na faixa etária de 4 a 7 anos, ele deve andar no banco de trás do carro usando o assento de elevação. Nessa idade, o cinto de segurança de três pontos do carro já pode ser usado passando pelo peito e coxa da criança.

A partir de 7 anos e meio de idade, a criança não precisa do assento de elevação, apenas o cinto de segurança de três pontos do veículo, mas sempre no banco de trás. Somente crianças maiores de 10 anos de idade podem ser transportadas no banco dianteiro. Tomando esses cuidados você garante que o amor da sua vida estará protegido caso aconteça algum imprevisto.


Agora é com Elas - Todos os direitos reservados © Copyright 2020

prjeto integrado