X
Mande sua história
Receba nossas novidades
Fale Conosco

Cadastre-se e receba nossas postagens em seu email

Tem dúvidas, sugestões de pautas, ou quer falar conosco? Preencha o formulário que teremos enorme prazer em responde-la!

Pilkington para elas

Curiosidades sobre mulheres apaixonadas por carro que fizeram história

Curiosidades sobre mulheres apaixonadas por carro que fizeram história

Assuntos envolvendo mulheres e carros sempre foram frequentes na mídia. Esse ano, por exemplo, foi criada a primeira feira de carros na Arábia Saudita, mesmo país que recentemente colocou fim à proibição da mulher ao volante. O país era o único no mundo que ainda proibia mulheres de conduzirem automóveis. As mulheres sauditas, enfim, têm o direito de conduzirem veículos, o que era considerado um privilégio apenas para homens.

Ainda que só agora, em 2018, 100% da população feminina mundial possa dirigir, desde o primeiro carro movido a motor as mulheres sempre foram figuras muito importantes no mundo automotivo. Veja abaixo curiosidade sobre grandes mulheres, apaixonadas por carros, que fizeram história!

Bertha Benz – A primeira mulher a dirigir um automóvel

Bertha Benz foi a primeira mulher a fazer uma viagem de longa distância dirigindo um carro. Em 1888, aos 39 anos, ela percorreu cerca de 104 quilômetros entre as cidades de Mannheim e Pforzheim, na Alemanha, com o Patent-Motorwagen, veículo motorizado de três rodas, criado por seu marido Karl Benz. O objetivo da viagem era provar que o invento era seguro. E deu certo! Graças a Bertha Benz, primeira piloto da história, o automóvel ficou popular e seu marido conseguiu provar que o automóvel era seguro.

Duquesa d’Uzès – Primeira mulher a possuir carteira de habilitação

Em 1898, na França, foi concedida a primeira habilitação para dirigir automóvel a uma mulher, a Duquesa Anne d’Uzés. Após dois meses em posse de sua habilitação, durante um passeio tranquilo em seu automóvel, a 15 Km/ h, Anne ocupou novamente o primeiro lugar na história do mundo automotivo: foi a primeira mulher a receber uma multa de trânsito por dirigir acima do limite permitido para a época, 12 km/h. A Duquesa d’Uzés, apaixonada por carro, também fundou o primeiro clube feminino do automóvel da França.

Mary Anderson – A inventora do para-brisas

O primeiro limpador de para-brisa foi inventado em 1903 pela norte-americana Mary Anderson, que durante uma viagem a Nova Iorque percebeu que, sempre que chovia, os condutores dos bondes precisavam abrir as janelas para poderem enxergar o caminho e quem ou o que estava à sua frente. Foi então que ela teve a ideia de criar um braço com ponta de borracha que poderia ser manuseado pelos condutores por meio de uma alavanca.  O invento se mostrou tão eficiente que tornou-se obrigatório em todos dos veículos nos EUA a partir de 1916.

Helene Rother – Primeira Designer de Automóveis

Helene Rother foi a primeira mulher a se tornar designer de automóveis em uma grande montadora, a General Motors, em 1943. O seu pioneirismo foi responsável por abrir as portas das montadoras para outras mulheres, já que na época era raridade que elas ocupassem cargos importantes em empresas do ramo.

Danica Patrick - Primeira mulher a vencer as 500 milhas de Indianápolis

Dando um salto no tempo para os dias atuais, temos a norte-americana Danica Patrick, piloto da Nascar, considerada a mulher mais bem sucedida do mundo automotivo. Danica carrega consigo o feito de ser a primeira mulher a conquistar uma pole position – primeira posição no grid de largada – na Nascar. Em 2008 tornou-se a primeira mulher a vencer uma corrida na Fórmula Indy. No ano seguinte, entrou para a história novamente ao subir no pódio das 500 Milhas de Indianápolis, por completar a corrida em terceiro lugar. 

Essas e muitas outras mulheres que fizeram história carregam consigo a paixão pelo mundo automotivo e a vontade de desbravá-lo. Todas elas comprovam que, sim, o universo dos carros também pertence às mulheres!


Tags:

  • Facebook
  • Twitter

Agora é com Elas - Todos os direitos reservados © Copyright 2020

prjeto integrado