X
Mande sua história
Receba nossas novidades
Fale Conosco

Cadastre-se e receba nossas postagens em seu email

Tem dúvidas, sugestões de pautas, ou quer falar conosco? Preencha o formulário que teremos enorme prazer em responde-la!

Manutenção feita por elas

Itens indispensáveis para garantir a durabilidade e segurança dos pneus

Itens indispensáveis para garantir a durabilidade e segurança dos pneus

Mesmo quando a gente sabe muito bem de um assunto, tudo o que vier para complementá-lo é visto com bons olhos, não é mesmo? Essa verdade também se aplica ao universo automobilístico.  O carro tem peças responsáveis e fundamentais pelo seu bom funcionamento, devendo garantir que nada saia do esperado. Os pneus são algumas destas que cobram sempre uma atenção especial e merece cuidados.

O que fazer

Investir em rodízios a cada cinco ou dez mil quilômetros rodados auxilia no equilíbrio dos pneus, pois os dianteiros e os traseiros têm pesos distintos em seus trabalhos. Como, por exemplo, os carros de tração dianteira que são submetidos a maiores esforços e, assim, desgastam de uma forma maior.Quando se troca os componentes de eixo, permite-se mais funcionalidade e duração.

As pastilhas do freio e as rodas também estão diretamente ligadas. Isso porque elas se unem no desgaste da frenagem.  As da frente geralmente são as mais afetadas – quando fazem parte do exemplo da tração dianteira – e devem ser trocadas se você sentir a instabilidade em relação aos seus comandos.

Entre as funções das bandas de rodagem, ou sulcos do pneu, destaca-se a de desviar da água para a melhora da tração e para evitar que haja aquaplanagem – uma lâmina de água entre o asfalto e os pneus, que pode provocar acidentes.

Quando a banda diminui para 1,6 milímetro, alcançando o TWI (TreadWearIndicator) significa que o pedaço maciço de borracha se tornou instável, desgastou-se e não é mais seguro para ser utilizado. Uma forma de observar o TWI é colocar um palito de fósforo sobre uma das bandas de rodagem. Se ele não for coberto por ela, deve-se realizar a troca imediatamente.

Calibrar os pneus é outra coisa a ser pensada. Quando segue-se o padrão de pressão estipulado pelo fabricante, o tempo de vida útil destes objetos aumentam e, consequentemente, sua qualidade e segurança.

Outras dicas que podem auxiliar, para maior conforto e estabilidade, são: não realizar mudanças bruscas na direção, manter o carro longe de solventes e derivados de petróleo que podem comprometer os pneus, evitar o sobrepeso, realizar alinhamento e, claro, manter a manutenção em dia! Esteja sempre atenta a estes requisitos e tenha um ótimo desempenho por onde você for.

Sobre novidades e segurança

Os estepes menores são a tendência do momento. Eles têm a vantagem de serem mais econômicos, tanto em espaço quanto em dinheiro, e de possuírem leveza. Também podem não ser tão visados por ladrões. Em alguns casos, eles foram banidos, em outros eles foram comprimidos – o que parece ser muito atrativo a quem o utiliza, mas é necessário ter cuidado.

Por serem mais finos que os pneus de uso normal, devem ser utilizados no máximo até 80 quilômetros, em situações emergenciais.  A estabilidade é comprometida porque, geralmente, possuem até 10 centímetros de largura na banda de rolagem, enquanto os “normais” passam dos 20 centímetros.

Certifique-se, também, que eles estejamem condições perfeitas para uso, assim,o desempenho será feito da melhor forma. Tente sempre ficar antenada nas novidades em relação aos pneus e os itens que o compõe. Pensar nos pequenos detalhes é ir além do que se possa imaginar. É pensar em sua segurança, em sua vida! 


Agora é com Elas - Todos os direitos reservados © Copyright 2020

prjeto integrado